domingo, 24 de abril de 2011

Web Série: Coração e Carne...




Bom, sempre tive essa vontade de fazer o que chamei de web série, que é algo simples e interessante. É sempre bacana escutar o comentário à medida que a história é criada, para qualquer um que escreve é algo valioso.

Bom segue então essa proposta de web série e espero que gostem, critiquem, elogiem, vale tudo já que está na net é meio que tapa na cara hehehehe...


O jogo já tinha terminado e o público estava diminuindo. Eu esperava todos irem embora junto com Marina. Ela nem parecia nervosa, estava apenas aborrecida pela demora, nada mais.

Eu estava tensa sim. Essa sensação de ser "prato de jogador" me fazia sentir estranha. Não como uma prostituta, mas como algo parecido. Só que eu nunca poderia dar para trás agora. A Marina jamais me perdoaria e a minha vida no colégio seria um inferno. Todo o meu esforço iria por água abaixo. Eu poderia até ser medrosa, mas não era burra.

Eu sabia muito bem o que a Marina e as outras faziam com aquelas pobres meninas. Dizer não é estar contra Marina, ou seja, do outro lado e eu não queria isso. O segredo é engolir o nervosismo e ir em frente. Afinal de contas, os meninos do time não eram de se jogar fora. Na verdade, são os mais bonitos e gostosos do colégio. Eles são um pouco brutos demais para o meu gosto, admito, mas garanto que é o sonho de todas aquelas meninas perseguidas pela Marina estarem no meu lugar, e eu aqui nervosa. Devo ser muito burra mesmo. Contenha-se Amanda, cabeça erguida e olho no seu futuro.

Aos poucos, os últimos torcedores bêbados iam embora jogando piadinhas sem nexo algum contra nós. Provavelmente queriam sexo, mas, naquelas condições, duvido que conseguiriam algo. Homem tem disso, pode estar com a cabeça de cima quase inconsciente, mas a cabeça de baixo jamais fica.

Nós duas esperávamos bem do lado de fora do vestiário, “vestidas para matar”. Não entendia o que os homens gostavam tanto naquelas roupas, nem mesmo tínhamos cheerleaders por aqui.

Estava um pouco frio e aquela blusinha e saia não ajudavam em nada. Porém, a Marina sabia muito bem o que estava fazendo e essa postura de mulher objeto, submissa e louca por sexo, deixava qualquer homem louco. Quer tirar o tesão deles? É só dizer no meio do vamos ver: eu te amo. Ele brocha na hora. A Marina me instruiu bem quanto a isso e essas três palavras estão na lista das proibidas, junto com “estou com saudade”, ou “o que vamos fazer sábado?”, ou mesmo “tenho pensado em você”.

Para homens como aqueles, as palavras tinham que ser outras. Todas com pitadas de sexo, claro. Na verdade, quanto menos fosse dito melhor. Eles gostavam de timidez e risinhos bobos. Na cama temos que fazer tudo, mas eles precisam se sentir especiais e ter a ilusão de que nos soltamos, apenas porque ele é muito bom na cama. Homens gostam de ser enganados dessa forma. A Marina me diz que essa é a melhor forma de fazer um deles se apaixonar.

Irônico isso, né? Mas a Marina tinha uma legião de fãs que até matariam por ela. Tá certo, matar é exagero, mas qualquer um dos seus seguidores casaria com ela na mesma hora. Ou seja, o sonho de qualquer menina ela teria em um estalar de dedos. Entende agora o poder dela? Como jogar fora tudo isso?

Bom, os meninos chegaram. Hora do show. A Marina sempre me diz: olhe e aprenda. Eles são apenas três. Eu estava com medo que pudessem ser mais. Iago, Duca e Felipe são uns brutamontes com expressão de malícia até na alma. Olha eu reclamando de novo. São homens lindos, Amanda. Talvez os mais lindos que conseguirá na sua vida.

Relaxa, menina! Claro que não tem como falar “relaxa e goza”, porque acho bem pouco provável que homens como esses consigam isso. Mas não importa muito. Afinal, sou apenas um “prato de jogador”.

CONTINUA..

.


5 comentários:

  1. Tiete de jogador..

    Mas você ta com uma coisa realcionada com sexo, heim?
    Só que esse parece um pouco mais limpo, né.

    ResponderExcluir
  2. sexo vende ahahahaha. Esse é mais limpo...

    ResponderExcluir
  3. A Marina é super esperta!
    aiushaisuahsiuah :D

    Parece bom, hein! \o/

    ResponderExcluir
  4. Me comprou rs Achei a proposta da série interessante. Você apresenta os conflitos da personagem nesse primeiro episódio e nao explica muita coisa, deixando para o segundo, suponho. Uma boa maneira de ganhar leitores. Mas, acho que faltou uma release que fosse lancada antes, algo para as pessoas aguardarem a série antes dela vir mesmo ( e para dar uma ideia geral do que tratará ). Mas, mesmo assim, gostei bastante do episódio e vou guardar nos favoritos para ler o segundo logo quando sair. Creio que a Amanda vai ser uma personagem que vai dar o que falar rs

    Abracos,

    Victor

    ResponderExcluir
  5. Essa Web série promete!

    Ótima apresentação.

    Bjs

    ResponderExcluir